Quer visitar o Transamerica Expo Center?

Ver Mapa Como Chegar
Em 26 de setembro de 2018

8 passos para melhorar o seu Marketing Pessoal

Você sabe o que é marketing pessoal? Caso não, saiba que ele pode te ajudar a alcançar objetivos profissionais. De forma prática, trata-se de uma estratégia para desenvolver a imagem que você transmite aos outros. Talvez você já o pratique sem ter consciência disso.

O marketing pessoal engloba uma série de técnicas para evidenciar as suas habilidades e valores com o intuito de construir uma marca pessoal, sem apelar para a arrogância ou prepotência. Ao promover sua imagem de forma coerente às suas pretensões profissionais, as chances de obter sucesso serão muito maiores. Pensando nisso, nós reunimos aqui 8 dicas para ajudá-lo a melhorar o seu Marketing Pessoal.

1. Defina os seus objetivos

A sua intenção é ser promovido? É receber uma proposta de emprego da empresa dos sonhos? É ser convidado para dar palestras ou treinamentos? A partir da definição do seu objetivo, você será capaz de estabelecer um plano de marketing pessoal mais preciso e eficiente.

A dica é conciliar as suas pretensões profissionais com a imagem que você pretende construir. Alguém interessado em tornar-se presidente de uma companhia, por exemplo, precisa promover sua capacidade de gerenciar crises, administrar empresas e liderar equipes. Trata-se de saber qual caminho percorrer!

2. Liste as suas habilidades

Após definir qual é o objetivo a ser alcançado, você vai precisar listar quais são as suas habilidades mais valiosas e destacá-las como elementos da sua marca pessoal. Uma boa estratégia é sempre demonstrar em conversas, eventos, currículo e nas redes sociais como as suas qualificações já te ajudaram a conquistar bons resultados para as empresas onde você trabalhou.

3. Demonstre todo o seu potencial

Ganhe o seu espaço! Aproveite todas as oportunidades para oferecer soluções eficazes e inovadoras. Mostrar-se uma pessoa com iniciativa, sempre pronta para resolver problemas ou criar coisas novas, é um método eficaz de conciliar a sua marca pessoal com o valor do seu trabalho. Com o tempo, você será visto como um profissional colaborativo e um importante tomador de decisões.

4. Seja um líder para melhorar o seu Marketing Pessoal

A liderança é uma postura indispensável dentro da estratégia de marketing pessoal. Isso porque ser um líder significa ter a capacidade de inspirar pessoas e é isso o que a sua imagem deve fazer: cativar. Portanto, demonstre todo o seu potencial como líder não só no trabalho, mas em todas as situações do dia a dia.

5. Diferencie-se

A estratégia de marketing pessoal inclui criar uma marca visual ou mesmo auditiva pela qual você vai ser sempre lembrado. O Mark Zuckerberg, por exemplo, é reconhecido pelo jeito casual de se vestir. Já a imagem do Obama, ficou ligada à frase “Yes, we can”, repetida por ele diversas vezes durante sua primeira campanha presidencial.

Então, pergunte-se: quando alguém pensar em você, o que espera que elas visualizem? O seu modo de se vestir? Um bordão? Um gesto repetido por você durante apresentações? Caso você não tenha uma característica pessoal, crie uma!

6. Participe de eventos

Você precisa ser visto! Investir em marketing pessoal requer promover a sua imagem nos mais diversos ambientes. Por isso, participar de eventos, principalmente daqueles ligados a sua área de atuação, é fundamental para as pessoas notarem a sua existência.

Aproveite a sua aparição pública em eventos para construir uma rede de contatos e expor todas as suas qualidades pessoais e profissionais, sempre tomando cuidado para não soar prepotente. Lembre-se de que você é o seu melhor cartão de visita!

7. Não se esqueça das redes sociais

Qual é a imagem que você transmite nas redes sociais? Melhorar o marketing pessoal inclui planejar o tipo de conteúdo que você posta no Facebook, Instagram, Linkedin e Twitter. Não deixe de postar as fotos dos momentos de lazer, mas divulgar apenas imagens com bebidas, por exemplo, vai afetar a sua imagem negativamente.

Não compartilhe fake news, correntes, sorteios ou posts preconceituosos. Priorize assuntos conectados a imagem que você deseja construir. Se você quiser se tornar um coach, por exemplo, poste notícias e dicas sobre empreendedorismo e desenvolvimento profissional. O importante é alinhar o conteúdo das redes sociais com o objetivo de marketing pessoal estipulado.

8. Não seja arrogante ou prepotente

Não confunda marketing pessoal com atitudes prepotentes ou arrogantes. Embora você precise focar em você mesmo para construir a sua imagem, não imponha suas opiniões ou coloque-se no centro de tudo. Você precisa ser aceito e conquistar o seu espaço e, para isso, deve ser visto como um figura simpática e humilde.

A recomendação é sempre deixar as outras pessoas falarem, ouvir o que elas tem a dizer, e, ao invés de começar as frases sempre na primeira pessoa do singular (eu isso ou eu aquilo), dê preferência ao “nós”. Vale ainda acrescentar perguntas ao seu discurso para demonstrar o seu interesse pela visão e contribuição dos outros. Enfim, o importante é estabelecer uma estratégia de marketing pessoal fundamentada no diálogo.

Você tem dúvidas ou outras dicas de marketing pessoal? Conte para gente nos comentários!

 

 

 

  • Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    FAÇA SEU EVENTO AQUI

    Preencha acima com o ano atual