Transamerica Expo Center
ExpoSystem 2012 é destaque no Transamerica Expo

27 nov 2012

ExpoSystem 2012 é destaque no Transamerica Expo

Entre os dias 04 e 06 de dezembro, o Transamerica Expo Center recebe um dos eventos mais importantes do Brasil: o ExpoSystems 2012, congresso e exposição internacional voltado para profissionais de marketing e eventos de empresas, promotores e organizadores de eventos e profissionais do trade.

Com 10 anos de história, o evento promete grandes novidades aos participantes como o palestrante Barry Siskind, especialista em marketing para feiras, que apresentará o ExpoTour, uma palestra de campo onde destacará os erros e acertos cometidos por expositores em tempo real.

Segundo o diretor do Grupo Feira & Cia, Anselmo Carvalho, a palestra é imperdível. Confira a entrevista exclusiva com o profissional e descubra as principais atrações desse grande evento.

Qual a principal tendência que será lançada na ExpoSystems 2012 em relação à promoção e marketing de eventos?

Nesse ano, o congresso dará destaque para o uso correto do networking nas feiras e eventos. O branding também será discutido nas palestras, além das tendências da indústria sob o impacto das novas mídias.

A ExpoSystems sempre traz palestras com assuntos importantes para o mercado de feiras e eventos. Quais os principais palestrantes e temas em 2012?

O diretor da Sales & Pepper Han Leenhouts, um holandês especializado em exhibit marketing e suas vertentes, traz ao evento (de maneira bem-humorada) duas sessões quentíssimas sobre a importância do treinamento das equipes nos estandes e o alinhamento dos conceitos de marca nos eventos.

Uma fotografia atualizada da indústria na Alemanha, suas novas diretrizes e desafios para continuar à frente quando o assunto é excelência na organização de feiras na visão de Gerhard Messe, diretor da Blue Pool Gmbh, empresa de design de estandes com sede em Stuttgart e filial em Xangai.

Thomas Reaoch, norte-americano radicado no Brasil, conhecido como rei do networking vai explorar as inúmeras oportunidades de networking existentes nos eventos e pouco exploradas por seus participantes.

David Lee, consultor de treinamento do Canning UK, aborda a comunicação intercultural como ponto forte de influência nos negócios entre participantes de eventos de diversos países e culturas diferentes. 

Barry Siskind, especialista canadense em marketing para feiras volta ao Brasil para apresentar, pela primeira vez no Transamerica Expo Center, o ExpoTour, palestra de campo na qual destaca os erros e acertos cometidos por expositores em tempo real.

Juan Pablo de Vera, presidente da Reed Exhibtions, vai falar sobre os desafios da indústria frente ao fenômeno das novas mídias e Wanira Salles fecha o evento fazendo uma reverência às mulheres na liderança dos eventos.

Essa última palestra chamou atenção pelo tema. Como você vê o papel da mulher em eventos? É uma tendência?

As mulheres vêm conquistando posições de liderança em negócios e operações jamais vistos antes no mercado de trabalho, mas quando falamos em eventos, o papel das mulheres tem sido determinante para o sucesso das empresas há tempos. Neste cenário, onde os desafios se multiplicam devido à agenda atribulada e instável, somada à jornada dupla do universo feminino (casa, filhos e marido), as mulheres se destacam.

Em minha opinião, o instinto e a forma como negociam são fatores cruciais diante da rotina de improvisação existente nos eventos, o que as coloca em posição privilegiada nos diversos setores da nossa indústria.

Na edição anterior da ExpoSystems, o pavilhão alemão fez sucesso e integrou duas culturas e maneiras diferentes de fazer eventos. Vocês também investem em palestras internacionais. Qual a importância dessa integração e parceria entre Brasil e outros países realizada pelo evento?

As feiras são ferramentas de promoção comercial, portanto quanto maior o cruzamento entre culturas melhor será o desempenho de empresas que buscam internacionalizar seus negócios. Estabelecer convênios e redes de relacionamento internacionais amplia o raio de ação dos nossos fornecedores de serviços para eventos. Quando tudo isso é tratado sob a forma de conteúdo, o público conquista o conhecimento necessário para fazer um movimento estratégico além dos pavilhões. Assim criamos um ciclo virtuoso de ações que geram benefícios para todos, sejam usuários ou provedores de eventos.

Qual a importância de saber liderar uma equipe para o sucesso de um evento?

A palestra do holandês Han Leenhouts vai tratar este assunto sob três pontos diferentes. Expositores, promotores e montadores, cada um com a sua responsabilidade sobre o sucesso do evento. O treinamento das equipes nem sempre é tratado com a importância devida e as lideranças têm um papel singular neste processo. Principalmente, porque quem pode e deve treinar normalmente é quem vai cobrar o sucesso da ação ao término do evento.

As redes sociais vêm mudando a comunicação das empresas. Qual a importância da internet para promoção de eventos?

Quanto mais internet melhor. Melhor, porque a difusão e a propagação do conteúdo dos eventos através da internet é ampla e barata. Obviamente, nada adianta promover conteúdo sem relevância ou a um público que não tenha conexão adequada com o mercado a se promover. É preciso governança e disciplina. Redes sociais são ótimas ferramentas de promoção de eventos, mas acredito que só serão eficazes se fizerem parte de um processo de comunicação mais abrangente, que envolva outras disciplinas como publicidade, marketing direto (mala direta, telemarketing, e-mail marketing etc) e, sobretudo gestão de resultado.