Transamerica Expo Center
Indústria de cosméticos e farmacêutica movimentam bilhões no Brasil

28 abr 2015

Indústria de cosméticos e farmacêutica movimentam bilhões no Brasil

De 12 a 14 de maio, acontecem dois grandes eventos internacionais no Transamerica Expo: o FCE Pharma e FCE Cosmetique. Os setores farmacêutico e de cosméticos desenvolvem medicamentos e produtos de alta funcionalidade que colaboram com a qualidade de vida da população e são importantes para a economia do país.

O Brasil é o terceiro mercado mundial de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e Japão. Segundo os últimos dados disponibilizados pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), o setor faturou 42 bilhões de dólares no país em 2014 e teve um crescimento de 87% desde 2007.

Apesar do aumento nas taxas de juros e da possibilidade de crise econômica que rodeia o Brasil desde o início de 2015, o setor de cosméticos e produtos relacionados ao mercado de beleza não sofreu alterações e é responsável por impulsionar as vendas do varejo no Brasil. Nesse ritmo, o país deve alcançar a vice-liderança no consumo mundial de cosméticos até 2017.

Os lançamentos de novos produtos são responsáveis por 35% do faturamento bianual da área no mercado brasileiro, o que faz com que no máximo a cada quatro anos as indústrias desse segmento tenham a necessidade de reformular seus portfólios, tornando o segmento tão dinâmico quanto os de telefonia móvel e informática.

Quanto ao mercado farmacêutico, segundo dados do Ministério da Saúde, o setor movimenta anualmente R$ 41 bilhões e apresenta um crescimento estável, muito acima de outros segmentos.

Além disso, as vendas de medicamentos no varejo farmacêutico nacional superaram as expectativas ao longo do primeiro trimestre e cresceram 12% em comparação ao mesmo período do ano passado, de R$ 9,6 bilhões paraR$ 10,7 bilhões, de acordo com informações da IMS Health compiladas pela Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma).

Entre as seis maiores empresas farmacêuticas do mundo, quatro são brasileiras e apresentam crescimento acelerado na produção de genéricos. As indústrias nacionais têm maior produção de medicamentos similares, que possuem as mesmas características e qualidade do produto de referência, mas não são intercambiáveis. Atualmente, existem cerca de 540 indústrias farmacêuticas cadastradas no país, sendo 90 produtoras do medicamento similar – que correspondem a 20,6% das vendas.

Os mercados de HPPC (Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) e farmacêutico trocam experiências e crescem juntos para oferecer ao consumidor brasileiro os melhores produtos.

Por serem setores relevantes na economia brasileira, antecipar as tendências em ativos e insumos é primordial. Nesse quesito, as feiras FCE Pharma (Exposição Internacional de Tecnologia para a Indústria Farmacêutica) e FCE Cosmetique (Exposição Internacional de Tecnologia para a Indústria Cosmética), que ocorrem no Transamerica Expo Center em São Paulo, são vitrines de inovações em matérias-primas, tecnologias, embalagens e reconhecidas por propiciar vantagens competitivas às indústrias dos respectivos setores.