19 de janeiro de 2016

Saiba como se tornar um profissional de sucesso

Edson de Paula é atualmente um dos mais renomados e respeitados master coaches do Brasil. Já ministrou mais de 5.000 horas de sessões de coaching individual e para equipes de liderança. Ao longo dos anos tem se dedicado intensamente aos estudos, técnicas e recursos que possam contribuir para o contínuo progresso do desenvolvimento humano. Em entrevista ao Transamerica Expo Center, Edson fala sobre a importância de um career coach na vida de um profissional que almeja o sucesso.

Qual é o objetivo do Career Coaching?

O principal objetivo do Career Coaching – ou Coaching aplicado para Carreira – é auxiliar pessoas que estão em processo de mudança de carreira ou em busca de ascensão profissional, no entendimento e aprimoramento de seus valores, crenças e competências, visando eliminar possíveis interferências e ampliando suas melhores potencialidades com visão estratégica para o alcance do sucesso profissional.

Como um Career Coach pode ajudar o profissional a se posicionar de forma adequada no mercado?

Com o processo, é possível auxiliar as pessoas a obterem uma maior clareza do seu atual status profissional, bem como um projeto de futuro para sua carreira, identificando também como sua profissão irá impactar diretamente na sua vida pessoal e vice-versa.
Com a elaboração de um plano de ação detalhado, o cliente irá desenvolver as atividades e tarefas que ele mesmo estabeleceu como metas durante o processo e, com isso, irá aprender com seus próprios recursos.

Como um Career Coach pode ajudar na vida profissional de um indivíduo que tem como objetivo alcançar o “topo” e se tornar um CEO?

É importante ressaltar que, na minha opinião, todo processo de Coaching visa inicialmente o autoconhecimento e, posteriormente, o autodesenvolvimento. Ou seja, durante o processo são identificados hábitos negativos que possam inibir o crescimento profissional e que deverão ser superados durante as atividades propostas pelo cliente. Deste modo, há o desafio para superar seus próprios limites, medos e comportamentos negativos que poderão impedi-lo de alcançar seus objetivos profissionais. Além de obter uma visão mais sistêmica de toda sua vida profissional, onde poderá entender as diferenças de comportamentos com os pares de trabalho, incluindo sua relação com superiores e subordinados na negociação de conflitos e tomadas de decisão. O cliente entenderá todo o contexto que o cerca, além das oportunidades e ameaças do micro e macro ambientes. Isso ampliará a sua visão sistêmica e, consequentemente, ampliará também seu leque de opções e soluções, minimizando o impacto dos problemas, tornando-o mais consciente para se responsabilizar por suas decisões e pelos resultados obtidos, sejam eles negativos ou positivos.

Por que é crucial que os líderes tenham um acompanhamento de careira?

Para que eles se tornem mais conscientes de suas responsabilidades pelo alcance dos resultados. Muitos líderes, hoje, não são bem sucedidos em suas carreiras por não terem a visão sistêmica, ou seja, só enxergam as partes e não o todo. Ao obter a visão e consciência sistêmica, além do alinhamento da sua missão e valores, o líder terá um maior discernimento no seu processo decisório e uma maior participação efetiva para o alcance dos resultados. Também perceberá os gaps, ou seja, os distanciamentos críticos que possam afastá-lo da conquista efetiva de resultados. Esses gaps podem ser pessoais ou da própria equipe – e muitas vezes podem ser também do próprio ambiente de trabalho. Com isso, o alinhamento de expectativas versus decisões também será mais efetivo.

Quais são os pontos trabalhados durante o processo? Somente profissionais ou pessoais também?

Dentre alguns pontos trabalhados durante o processo, podemos citar os mais relevantes:
• A definição do estado atual (contexto) da sua carreira;
• Determinação de necessidades de mudanças;
• Autoconhecimento e Autodesenvolvimento;
• Identificação de possíveis barreiras que geram medo e ansiedade;
• Geração de novas perspectivas;
• Identificação e pontos fortes e de melhoria;
• Reconhecimento da paixão motivadora de carreira;
• Aprender a superar obstáculos e evitar repetição de erros;
• Melhoria na tomada de decisões;
• Aprender a transformar problemas em objetivos a serem superados;
• Sustentar moral e pensamento positivo;
• Manter o foco no processo e no resultado;
• Melhorar o desempenho para o alcance de resultados;
• Alcançar e sustentar o sucesso e o empoderamento.

Em média, qual o tempo de duração do processo?

De 3 a 6 meses, com sessões semanais ou quinzenais dependendo de cada processo e do andamento das atividades por parte do cliente.

Existe muita procura por um Career Coach?

Sim, ainda mais nesse momento atual de crise de mercado somada a crises existenciais. A grande pergunta do momento é essa: Como planejar um futuro sem a base sólida do momento presente? Pessoalmente tenho atendido vários executivos que estão, literalmente, replanejando suas carreiras e até os seus negócios no Brasil. Eu, inclusive, desenvolvi uma metodologia específica que alinha conceitos organizacionais e estratégicos embasados com o entendimento do comportamento que é o Coaching Comportamental Evolutivo, com isso otimizei um processo mais adequado à realidade brasileira e ao mercado nacional. Tenho obtido resultados excelentes e com satisfação garantida dos meus clientes.

Além de Coach você também é palestrante e escritor, a partir de qual momento você decidiu iniciar essas outras funções? Tanto as palestras como os livros são motivacionais e de autoajuda?

Eu tenho um respeito muito grande pelo ser humano, especialmente com aqueles que buscam autoconhecimento e autodesenvolvimento. Como sempre trabalhei com lideranças, tenho um zelo especial com os temas que são abordados em minhas palestras e treinamentos e que são direcionados para esse público, que é muito exigente. Com relação específica às palestras que tenho ministrado e os livros editados, diria que os temas são mais filosóficos e inspiracionais do que motivacionais ou de autoajuda. Ou seja, procuro fazer com que os participantes reflitam amplamente sobre todos os aspectos da sua vida, utilizando a técnica do coaching como base em tudo o que produzo de capital intelectual. Eu faço muitas perguntas que conduzem a reflexões para um novo movimento, uma nova atitude para o ato de viver. No meu entendimento, não basta apenas motivar, é preciso também inspirar para a reflexão, transformar intenções em ações concretas, conduzir o público ao movimento de ter atitudes vencedoras em momentos de mudança ou crise existencial.

Se você gostou dessas dicas. Acesse: http://edsondepaula.com.br/ e confira mais!

Veja mais em: